Marketing Digital

Em uma época em que o brasileiro médio passa cerca de 3 horas por dia interagindo com o seu smartphone, se você não está na internet você não existe.

Pouco importa se seu negócio é pequeno, médio ou gigante. Se você pretende iniciar uma estratégia de marketing digital, o primeiro passo é ter uma presença digital sólida.

O que isso tem a ver com marketing digital? Tudo!

A partir do momento em que você executa ações estratégicas na internet com o intuito de interagir com o seu público-alvo – mesmo que tenha pouco ou quase NENHUM conhecimento tático – você está fazendo marketing digital.

Embora a arte de fazer marketing digital envolva centenas de técnicas complexas – e essa parte, sugiro que deixe nas mãos de um bom especialista – boa parte dos passos iniciais podem ser conduzidos por você mesmo através de ferramentas gratuitas e muito fáceis de utilizar.

Quer saber como iniciar sua estratégia e marketing digital? Listamos alguns passos simples para quem deseja se aventurar área mas não sabe por onde começar:

Antes de iniciar uma estratégia de Marketing digital, defina seus objetivos

O primeiro passo é definir com clareza quais objetivos estratégicos seu negócio deverá atingir através do marketing digital.

Para isso, recomendo que abra um pouco o leque de opções.

Quanto mais claros os objetivos, mais fácil entender o que funciona melhor para o seu negócio e, futuramente, mais fácil será mensurar a efetividade das ações que você promoveu.

Portanto, ao invés de pensar unicamente em alavancar vendas, pense em objetivos específicos, como:

  • Tornar minha marca mais conhecida na minha área de atuação (brand awareness);
  • Garantir a satisfação dos clientes que já tenho (brand loyalty);
  • Atrair público qualificado para o meu negócio;
  • Aumentar o volume de vendas e conversão.

Esses são alguns objetivos que podem servir como ponto de partida para iniciar uma estratégia de marketing digital. Quais são os seus?

Cadastre-se no Google My Business

Esse é um aspecto muito importante, principalmente se você for proprietário de um negócio local.

Google My Business é uma ferramenta totalmente gratuita e sua principal função é fazer com que o seu negócio seja facilmente encontrado por aqueles que buscam a sua solução.

Para que isso seja possível, a plataforma disponibilizada pelo buscador faz uma espécie de varredura de informações em seus canais proprietários (busca, maps, Google +) e unifica todas as informações disponíveis sobre um determinado empreendimento, transformando-a em informação rápida e precisa.

Não perca a oportunidade de ser facilmente encontrado. Mantenha seus dados sempre atualizados nos canais proprietários (endereço, telefone, horários, descrição, etc) e deixe que plataforma faça o seu trabalho.

Embora exista a opção de comprar palavras-chave relevantes no Google, essa pode ser uma tarefa complicada para iniciantes, além de envolver custos que, em um primeiro momento, podem ser evitados.

Seja estratégico nas redes sociais

Você não precisa estar presente em todas as redes sociais, mas precisa saber qual delas é mais relevante para o público-alvo do negócio.

Uma pesquisa rápida nos canais proprietários de seus concorrentes pode te dar uma boa noção de quem realmente interage com o seu produto e quais as melhores formas de engajá-lo com social media.

É importante fixar objetivos realistas – não espere obter 10 mil likes ou seguidores em 1 mês apenas com conteúdo. Ao mesmo tempo, lembre-se que quanto mais conteúdo voltado para engajar seu público, mais rápidos serão os resultados gerados.

Partindo desse princípio, crie conteúdo relevante: dicas, listas, cupons de desconto, promoções são ótimos exemplos. Encoraje seus seguidores a interagirem com a sua marca e atraia nossos interessados.

Existem diversas ferramentas para auxiliá-lo na gestão e produção de conteúdo para redes sociais. Confira essas opções:

  • Mlabs – Gerencie Facebook e Instagram na mesma plataforma;
  • Canva – Falta de habilidade com Photoshop não é mais desculpa para criar conteúdo visual de qualidade;
  • Pxlr – Edição de fotos rápida e eficaz;
  • Bume – Atraia seguidores engajados;
  • Hyperlapse – Crie vídeos com efeito time-lapse em poucos segundos.

Crie um website

Se o seu negócio ainda não tem um website, considere criar uma página.

Para isso, peça ajuda de quem realmente entende. Criar página sem estratégia definida pode acabar gerando retrabalho caso mais tarde venha a contratar um especialista para orientá-lo.

O que você já pode começar a fazer sozinho é pensar em um domínio que funcione bem para o seu site.

Qual a importância disso?

Simples: um domínio bem pensado te ajuda a se destacar da concorrência, e além disso, permite aos usuários de motores de busca encontrá-lo mais facilmente.

Vamos usar um exemplo de uma pessoa chamada Ana, proprietária de uma loja de doces finos para festas:

Ana alcançou alguma notoriedade através de publicações em sua Fanpage no Instagram e no Facebook, onde interage com os seus seguidores sob a alcunha de “Doces da Ana”.

Ana oferece conteúdo relevante para o seu público-alvo e garante um ótimo engajamento através de promoções recorrentes nos canais da marca.

Apesar do sucesso com Social Media, caso Ana decida criar um website para o seu negócio, o nome da Fanpage pode não ser uma boa opção, por um motivo aparentemente simples.

É importante deixar claro, desde a leitura do domínio, que sua empresa fornece soluções para festas de aniversário. Isso vale tanto para o usuário quando para o Google! Nesse sentido, “docesfinosparafestas.com.br funcionaria melhor do que “docesdana.com.br”.

Entendeu a diferença?

Pense em criar um blog

Há 20 anos eram as marcas que determinavam a necessidade de uma compra.

Hoje, na era do comércio inteiramente focado no consumidor, empurrar um solução sem antes convencê-lo de que deve optar pela sua marca é um dos maiores erros que você pode cometer.

Enquanto social media funciona como um espaço para dar voz à sua marca e mostrar sua consistência, um blog corporativo é ferramenta ideal para construir relacionamento com os seus clientes.

Foque em produzir conteúdo relevante, que resolva problemas relacionados ao seu produto e, consequentemente, adicione credibilidade à sua marca.

Ao mesmo tempo em que desenvolve laços com a sua audiência, sua empresa estará comunicando que não está ali apenas para vender, mas para ajudá-la a resolver seus problemas, solucionar suas dúvidas e – por que não? – entretê-la.

Entendeu a importância do blog, mas não tem ideia de como redigir um conteúdo? Aqui tem algumas dicas de como começar.

Mas atenção!

Apesar de ser uma estratégia que envolverá quase nenhum custo de implementação, a manutenção de um blog, por sua vez, exige um trabalho mais apurado de planejamento e estratégia voltado para conteúdo.

Caso não tenha tempo nem energia para dedicar ao projeto, sugiro que terceirize a demanda com profissionais qualificados e foque no que realmente importa – a gestão de seu negócio.

Ofereça conteúdo de qualidade

Por fim, seja em seu site, redes sociais ou blog, oferecer conteúdo de qualidade é pré-requisito para obter sucesso com marketing digital.

Em tempos de saturação de informação, o conteúdo acaba sendo o coração de qualquer campanha de marketing. Não subestime o poder do conteúdo e – ainda mais importante – não desrespeite a criticidade de sua audiência.

Ter uma rede social apenas por obrigação não o fará atingir objetivo, mas criar uma estratégia por trás disso pode, definitivamente, impactar positivamente no seu negócio.

De fato, o caminho até a maturidade digital de uma empresa não é nada simples de se percorrer, principalmente quando nos encontramos no início de nossa jornada de conhecimento em marketing digital.

Por outro lado, partir da estaca zero permite um universo de possibilidades. Conhecê-las e saber quais ferramentas estão ao seu alcance é o primeiro passo para um implementação de sucesso.

Quer continuar lendo sobre o universo do marketing digital, empreendedorismo e marketing de conteúdo? Conheça também o blog da Gummy.

Comente este post