Migração WordPress

Migração WordPress não precisa ser nenhuma dor de cabeça. Existem diversas maneiras seguras e completas de migrar todos os seus dados, bancos de dados, plugins e contas de email, sem perder nada.

Se você está pensando em migrar sua página WordPress, mas não sabe como e nem por onde começar, veio ao lugar certo! Preparamos esse guia para auxiliar você na migração de seu WP sem complicações.

Primeiro passo: backup de todos os dados

Antes de iniciar a migração do seu site é preciso realizar o backup de todos os seus dados. Assim, você garante que sua página saia prejudicada caso aconteça algum problema durante a migração. Alguns itens obrigatórios que você deve se certificar de salvar:

  • Banco de dados;
  • Todos os arquivos do site (plugins, temas, uploads);
  • Arquivo .htaccess;
  • Arquivo robots.txt;
  • Contas de e-mail;
  • Subdomínios;
  • Entradas personalizadas de DNS;
  • Senhas de acesso.

Plugins para backup WordPress

O processo de backup do seu site pode ser facilitado com a ajuda de alguns plugins. Selecionamos três opções que você pode conhecer e testar:

BackupBuddy: começamos pelo plugin mais popular de backup para WordPress. Com ele você pode agendar backups diários, semanais ou mensais e armazená-los no Dropbox, Amazon S3, Rackspace Nuvem ou FTP.

BackUpWordPress: o BackupWordPress é um plugin bastante completo de backup WordPress. Assim como o BackupBuddy você também pode agendar seus backups. A única desvantagem é que na versão gratuita você não pode salvar seus backups em serviços de armazenamento na nuvem. Na versão free os backups são armazenados em seu servidor na pasta /wp-content/backups.

VaultPress: já o VaultPress é um serviço de backup pago que funciona através de planos. Nele também é possível automatizar seus backups e armazenar nas principais opções de nuvem. Os planos variam de US$ 3,50/mês até US$ 29/mês dependendo do plano escolhido.

Fazendo uma faxina no seu WordPress

Sabe quando a gente vai mudar para uma casa nova e faz aquela faxina geral para se livrar de coisas velhas, quebradas e sem serventia? Se você decidiu migrar seu site WP esse é o momento ideal para dar uma organizada antes de mudar para a nova casa. Se precisar de uma ajuda para saber o que precisa ser revisado é só seguir esse checklist:

  • Banco de dados: faça uma revisão no seu banco de dados e exclua tabelas que não são mais necessárias. Feito isso, você deve efetuar o repair das tabelas para garantir que o backup gerado é íntegro e 100% funcional;
  • Temas e plugins: dê uma boa olhada nos temas e plugins do seu site e exclua aqueles que você não vai mais utilizar na casa nova;
  • Contas de e-mail: da mesma forma você pode aproveitar o momento e apagar as contas de e-mail que não estão mais sendo usadas.

Checklist de migração WordPress

Realizou o backup dos seus dados e fez uma limpeza nos arquivos desnecessários? Chegou a hora de arregaçar as mangas e começar a migrar seu site. Para isso também temos um checklist para você não deixar nada passar:

Banco de dados

  • Otimizar tabelas;
  • Excluir tabelas desnecessárias;
  • Efetuar o repair das tabelas;
  • Gerar o arquivo de exportação;
  • Avaliar a versão do MySQL e a disponibilizada no novo servidor;
  • Criar um novo banco de dados;
  • Importar a estrutura das tabelas e seus conteúdos.

Arquivos

  • Excluir plugins desnecessários;
  • Excluir temas não utilizados, exceto o padrão;
  • Compactar todos os arquivos para exportação;
  • Certificar-se de que o arquivo .htaccess está incluso;
  • Avaliar a versão atual do PHP e a do servidor web, Apache/NGINX, e a que será disponibilizada no novo servidor;
  • Importar todos os arquivos na pasta pública do novo servidor;
  • Definir as permissões para os arquivos e pastas.

E-mail

  • Excluir contas de e-mail em desuso;
  • Avaliar a plataforma de e-mail em uso;
  • Recriar as contas de e-mail ou as entradas MX.

wp-config.php

  • Definir as novas informações de conexão ao banco de dados:
  • Host
  • Nome do banco de dados
  • Usuário
  • Senha
  • Prefixo da tabela

Entradas de DNS

  • Recriar as entradas DNS;
  • Recriar as entradas NS como SPF, DKIM, CNAME e TXT.

Pós migração

Depois de finalizada a migração do seu site é hora de realizar alguns testes para conferir se a mudança foi feita com sucesso:

  • Certifique-se que todos os arquivos (imagens e outros formatos) foram migrados;
  • Confirme se o arquivo .htaccess foi copiado;
  • Verifique possíveis erros 404;
  • Confirme as permissões do usuário ao banco de dados;
  • Caso aconteça tela branca, ative o sistema de debug do WordPress;
  • Revise os itens de segurança.

Plugins para migração WordPress

Se você é um grande fã do WordPress sabe que existem uma infinidade de plugins que podem fazer tudo, inclusive auxiliar a migração de sua página. Vamos conhecer algumas opções:

Duplicator: o Duplicator você pode migrar, copiar ou clonar os itens do seu site, além de fazer o backup das suas informações
WordPress Move: com o WordPress Move você pode alterar o nome do domínio que está usando, migrar sua instalação, transferir seu banco de dados e criar backups dos seus dados.

DICA BÔNUS
All-in-One WP Migration: é a opção perfeita se você está procurando um plugin que resolva todas as etapas da migração sem complicação. Com o All-in-One você exporta seu site WordPress, incluindo o banco de dados, arquivos de mídia, plugins e temas. Além disso, o plugin também irá corrigir qualquer problemas de serialização que ocorrem durante a operação de busca.

Migração WordPress para um novo domínio

Está querendo migrar seu WordPress para um novo domínio, mas está com receio de afetar o SEO da sua página? Seus problemas acabaram! O processo de migração do seu site WordPress para um novo domínio é o seguinte:

  • Backup dos dados do seu site;
  • Mover o site para o novo domínio;
  • Realizar o redirecionamento 301;
  • Notificar o Google;
  • Carregar novo sitemap.

Backup dos dados do seu site

Como sempre antes de qualquer mudança no seu site é fundamental realizar o backup de todos os seus dados.

Mover o site para o novo domínio

Com seu novo domínio ativo e vinculado a um servidor de hospedagem é hora de mover seu site para o novo domínio. O processo de migração é o mesmo que mostramos antes 😉

Realizar o redirecionamento 301

Se você manteve a mesma estrutura de URLs no seu novo site, redirecionar o tráfego para sua nova página é bastante simples. Basta realizar o redirecionamento 301 das suas páginas antigas para a nova URL do site.

Notificar o Google

Depois de concluído os redirecionamentos você precisa avisar o Google. Você deve usar a ferramenta de mudança de endereço do Google Search Console. Você pode consultar esse tutorial do Google para realizar a notificação.

Carregar novo sitemap

Você também precisa enviar um novo sitemap para o Google. Um sitemap é o mapa do seu site que contém a lista com todas as páginas (URLs) do site e funciona como um guia para que os robôs de busca consigam navegar e encontrar páginas do seu site. Depois de gerar o sitemap do seu site é só enviar o arquivo pelo Google Search Console e pronto!

Migração de outros CMSs ou plataformas para WordPress

A popularidade, versatilidade, facilidade e força da comunidade WordPress faz com que muitos administradores de sites decidam migrar da sua plataforma atual para WP. Se você está passando por essa situação confira como é fácil migrar seu CMS para o WordPress:

Como migrar Joomla para WordPress

Após a instalação do WordPress você deve procurar no diretório de plugins do WP a opção FG Joomla. Depois de ativar o plugin vá ao menu do WordPress e clique na opção “Ferramentas” e em seguida “Importação”. Localize na lista de ferramentas o Joomla (FG) e siga o passo a passo do plugin para importar o conteúdo.

Como migrar Drupal para WordPress

Da mesma forma, você pode migrar site em Drupal para o WordPress através de plugins, que facilitam e muito o trabalho de quem irá realizar a migração. Para migrar sites Drupal a opção recomendada é usar o plugin FG Drupal to WordPress para migrar o conteúdo para seu novo site.

Como migrar Blogger para WordPress

A migração do Blogger para o WordPress também é bastante simples. Primeiro, você acessa a área de administração do Blogger e realiza um backup em .xml do seu blog. Depois, você acessa a área de administração do WP e na aba “Ferramentas” clique em “Importação” e busca o arquivo gerado no Blogger. Feito isso é importante que você realize os redirecionamentos das URLs do Blogger para o WordPress.

Preparado para migrar seu WordPress agora? Esperamos que as dicas tenham sido úteis para você.

Se você tem interesse em WordPress vai curtir esses posts:

Não esqueça de se inscrever para receber sempre em primeira mão as novidades do nosso Blog 😀

Total
25
Shares
Comente este post