Criar um site

No mundo globalizado e altamente tecnológico em que vivemos, as empresas, sendo de grande ou pequeno porte, precisam estar cada vez mais inseridas no ambiente virtual. De maneira geral, um site normalmente é a maneira mais adequada para que seu negócio tenha visibilidade na internet e você consiga atingir seus objetivos de mercado.

Mesmo com a expansão de outras ferramentas na internet, websites ainda estão em alta e são necessários para todos os tipos de negócio, mas existem algumas dúvidas e perguntas que devem ser respondidas para criar um website que possa auxiliar no crescimento da sua empresa. Tentaremos, de maneira simples, auxiliar você nesse processo.

Que modelo de website é melhor para você?

Assim como em todas as ações de marketing, criar um website exige planejamento e você precisa saber que objetivos quer atingir para saber se está dando resultados. Os objetivos da sua página na web vão estar relacionados ao tipo do seu negócio e o público que você pretende engajar. A criação da sua plataforma vai depender muito desses fatores. Existem alguns modelos nos quais você pode se inspirar para criar seu site:

Sites Informativos

Este modelo é normalmente utilizado por empresas que querem expor mais conteúdos informativos e institucionais, do que propriamente vender diretamente pela plataforma. Esse tipo de site geralmente apresenta a empresa e seus serviço, trazendo informações importantes e exibindo questões como valores e propósitos, além de oferecer um canal de comunicação entre o usuário e a empresa.

O que não pode faltar neste site?

  • Uma homepage bem pensada: a home é o primeiro local onde as pessoas terão contato com o seu site, portanto pense em deixar uma mensagem bastante clara e chamativa.
  • Uma página de contato ou atendimento.
  • Páginas sobre os produtos ou serviços oferecidos.

Sites de E-commerce

Plataformas de E-commerce, como o próprio nome diz, são sites focados em vender produtos: para isso, é necessário uma série de questões mais técnicas como sistemas de pagamento, segurança, integração com ferramentas de pedidos e notas fiscais, entre outros. Um e-commerce deve ter foco nos produtos, oferecer descrições detalhadas e atenção para imagens.

O que não pode faltar neste site?

  • Um bom fluxo de compras: as pessoas que entrarem no seu e-commerce devem conseguir escolher um produto e comprá-lo sem dificuldades.
  • Informações claras sobre frete, prazos, características do produto e tudo o que for possível para deixar a experiência de compra mais eficiente.

Sites de Portfólio

Esse formato de site é indicado para profissionais como fotógrafos, designers, freelancers e todas as pessoas que desejam expor seu trabalho de maneira mais visual. Sites como esses são muito importantes para quem quer demonstrar e criar uma marca pessoal.

O que não pode falar neste site?

  • Bastante destaque para os trabalhos
  • Design que crie atmosfera de criatividade

Site ou Página no Facebook?

Diante das inúmeras possibilidades oferecidas pela rede, principalmente para empresas, é possível que você já tenha se questionado: não é melhor ter uma página no Facebook ao invés de um site?

A resposta para essa pergunta é bastante simples: sim, você pode ter uma página no Facebook e não, ela não substitui um site. Uma página de redes sociais e um website tem propósitos diferentes e podem ser combinadas para uma presença digital mais forte, mas uma não substitui a outra. Existem três principais motivos pelos quais não é uma boa ideia substituir um site pela página do Facebook:

  • O Facebook é uma empresa própria e pode mudar as regras a qualquer momento: os algoritmos do Facebook têm mudado com uma certa frequência, alterando o alcance das suas publicações. Isso não acontece com o seu site, no qual você tem controle sobre o conteúdo e pode trabalhar técnicas de SEO para melhorar o posicionamento.
  • A intenção das pessoas é diferente: por padrão, quando alguém procura por algo no Google ou em outros buscadores, é porque existe uma intenção de saber mais sobre esse produto ou serviço. No Facebook, a atenção é dividida entre fotos, publicações de amigos, de outras marcas e outros estímulos.
  • Lembre-se: Um site é para sempre. As redes sociais podem mudar e perder a importância com o passar do tempo (lembra do Orkut?), mas um site continuará existindo independente da plataforma de maior sucesso no momento. Por isso, vale a pena manter uma página do Facebook como uma estratégia complementar o seu site.

Como criar seu site?

O primeiro passo é definir o modelo de site que mais se encaixa as suas necessidades, como vimos no tópico anterior. A próxima etapa é pensar em como criá-lo. Existem diversas opções de como criar um site: você pode escolher um CMS – sistema de gerenciamento de conteúdo, optar por fazer seu site do zero ou mesmo contratar uma empresa para criá-lo.

A forma mais fácil e prática é através de um CMS. O mais conhecido e desenvolvido atualmente é o WordPress. Além disso, você vai precisar de um Registro de Domínio e um Plano de Hospedagem para seu site.

Porém, antes de você iniciar esse projeto, algumas questões precisam ser analisadas:

Qual é o seu orçamento?

Isso vai ajudar a determinar que caminho seguir: projetos com orçamentos maiores podem contar com mais recursos e pessoas, mas, para orçamentos menores, pode ser interessante optar por uma opção de CMS gratuita, onde você poderá desenvolver seu site de forma mais independente.

Qual é o prazo?

Quanto tempo você tem para desenvolver seu site? Qual é a prioridade de ter um site? São algumas perguntas que você precisa fazer para gerir a estratégia do seu planejamento de marketing. Isso também pode influenciar a forma como você vai desenvolver um site: com tempo, é possível desenvolver internamente ou contratar uma agência, mas se essa for uma prioridade imediata, talvez seja interessante optar por customizar templates prontos.

Quão complexo você quer que seja o seu site?

Essa também é um questionamento central para definir os caminhos a seguir: se você quiser criar um site com integrações mais complexas e mais funcionalidades, talvez um CMS não seja a melhor opção, pois existem algumas limitações a esses modelos. Para sites bastante customizados, a melhor opção pode ser contratar uma agência ou desenvolvedor que possa trabalhar junto com você em todas as etapas do projeto.

É importante que você veja suas possibilidades e prioridades, levando em consideração essas três questões. Se você quer um site complexo, mas não tem muito orçamento e precisa que seja urgente, talvez você possa começar aos poucos e desenvolva com o tempo, e assim sucessivamente.

Independente do estilo e da forma como você decide construir seu site, é importante escolher uma hospedagem que ofereça segurança e que possa acompanhar o crescimento da sua página e da sua empresa. Para saber mais sobre hospedagem de sites, conheça o nosso guia sobre a melhor hospedagem para você.

Gostou do post? Achou ele esclarecedor? Comenta aqui pra gente. E não esqueça de se inscrever na nossa news para não perder os próximos. 😉

Total
4
Shares
Comente este post