dinâmicas

Sabe quando você tem aquela reunião de equipe para preparar e não sabe como começar? Ou precisa motivar as pessoas e não tem ideia de como fazer isso? Dinâmicas de grupo podem ser uma forma descontraída e bem humorada de realizar estas atividades. Além de proporcionarem ações que saem da rotina, permitem uma interação que usualmente não existe nas funções diárias.

Em seguida, temos alguns exemplos de dinâmicas para equipes para você aplicar ao seu grupo. 😉

Dinâmicas para quebrar o gelo

Confidências

Distribua um papel e uma caneta para cada participante. Em seguida, peça para que cada um escreva algo que não gostaria de dividir publicamente com o grupo. Após isso, misture os papéis e distribua de maneira aleatória. O objetivo final é que cada um leia o segredo do outro e se coloque no lugar do outro, abrindo um debate sadio sobre o assunto, a fim de desenvolver empatia e confiança entre a equipe.

Memória

Jogue uma bolinha para um participante de forma aleatória e peça para que ela se apresente em até 1 minuto (nome, função, equipe e uma qualidade). Em seguida, ela deverá jogar a bolinha para outra pessoa, que terá que se apresentar também, e assim por diante. O objetivo final é que, quando a última pessoa tiver se apresentado, ela deve devolver a bolinha para a última pessoa que jogou, dizendo as características que ela havia apresentado. Além de trabalhar a memória, ficará a lição de que é importante prestar atenção naqueles que estão a sua volta.

Dinâmicas de motivação

Mãos dadas

Peça para que, em uma roda, todos os participantes dêem as mãos e memorizem as pessoas que estão a sua direita e a sua esquerda. Em seguida, eles devem soltar as mãos e andar aleatoriamente pela sala. Coloque uma cartolina no chão e peça para que todos se “amontoem” ao redor dela. Após isso, diga para que voltem de mãos dadas aos seus pares originais sem sair do lugar, onde irá se formar um “bolo de gente”. O objetivo final é que, de alguma forma (se arrastando no chão, passando por cima, etc), eles deverão voltar ao círculo original, desenvolvendo seu espírito de liderança e trabalho em equipe.

Gravuras

Coloque revistas e tesouras no centro da sala, peça para que cada um pegue uma revista e recorte três gravuras, que correspondam ao seu passado, presente e futuro. O objetivo final é que cada um apresente suas imagens, explicando os motivos de escolha, afim de que, com o estímulo visual, aja uma interação e identificação entre si.

Conselhos

Separe a equipe em dois grupos: os “conselheiros” e os “aconselhados”. Cada conselheiro irá receber um perfil (rude, agressivo, empático, etc), e os aconselhados devem receber tópicos onde precisam pedir ajudar ou apresentar casos do cotidiano. O objetivo final é cada conselheiro se juntar com um aconselhado e corresponder ao perfil designado, para que, ao final, o grupo discuta sobre as diferentes abordagens e formas de agir diante de um problema.

Aparência

Dê um cartão (post-it ou folha mesmo) e uma caneta para cada participante, e peça para que colem o cartão nas costas. Em seguida, os participantes devem escrever nas costas um dos outros uma qualidade e um ponto a ser melhorado. O objetivo final é que cada pessoa leia (para si) as coisas que foram escritas e comente sobre a experiência, com o intuito de trabalhar a interação da equipe e o aperfeiçoamento das relações.

Curtiu as dicas? Aplique a sua equipe e conta pra gente o resultado! Não esquece de se inscrever na nossa news para receber os conteúdos do nosso blog.

Total
5
Shares
Comente este post